Bombeiros de Barbacena salvam criança de três anos que se afogou em piscina

Pelo telefone, o cabo Rogério Reis orientou os familiares como efetuar os primeiros socorros e acionou uma ambulância

Paulo Emílio Gonçalves/Portal CB

Uma ação rápida do Corpo de Bombeiros de Barbacena salvou uma garotinha de apenas 3 anos de idade que havia se afogado em uma piscina no início da tarde desta terça-feira (07), na casa onde mora no bairro Novo Horizonte.

A mãe da menina, Jéssica Coimbra, de 26 anos, que está grávida, ligou para os bombeiros por volta das 13h20, informando que a filha estava em seu colo e que foi retirada da piscina onde havia se afogado. Segundo o cabo Rogério Reis, que atendeu a ligação, Jéssica estava desesperada e disse que a criança encontrava-se inconsciente e com os lábios roxos.

Pelo telefone, o cabo Reis explicou para a mãe, de maneira rápida, como efetuar os primeiros socorros. Como ela estava muito nervosa, ele pediu para que ela ouvisse com atenção as orientações e as repassasse a um familiar. O militar disse que era para colocar a criança no chão, efetuar pequenas massagens compressivas no peito da menina e observar se ela ia voltar com a respiração normal, bem como se ela ia expelir água.

De acordo com o bombeiro, Jéssica, mesmo apavorada, e os familiares que estavam na casa seguiram todas as orientações repassadas, procedendo com exatidão o que foi solicitado. Durante todo este processo, o militar conseguiu obter o endereço da residência e acionou a ambulância do Corpo de Bombeiros, comandada pelo sargento Celso, tendo ainda os cabos Alex e Neves como componentes da guarnição. Em menos de três minutos a ambulância chegou ao local para socorrer a criança, que estava na garagem no colo de seus familiares.

A menina foi resgatada e levada às pressas para a Santa Casa de Misericórdia. Durante o trajeto, que durou apenas cerca de dois minutos, a vítima recebeu oxigênio e foram executadas manobras para que ela expelisse água e vomitasse. Ao chegar ao hospital, a criança foi encaminhada para o setor pediátrico, onde foi atendida pela equipe de plantão.

A eficiência da ação, tanto do cabo Reis como dos familiares, que seguiram corretamente as orientações, bem como a rapidez do resgate salvou a vida da pequena garotinha. Quando foi atendida pelos bombeiros, embora ainda apresentasse os lábios roxos devido ao tempo em que ficou na piscina, que possui um metro e quarenta centímetros de profundidade, ela voltou a respirar.

A mãe acompanhou a filha até a Santa Casa. Segundo a administração do hospital, por ter sofrido uma parada respiratória, a menina vai precisar ficar internada em observação até a próxima quinta-feira.

Durante a tarde os bombeiros que salvaram a criança visitaram a menina na Santa Casa (foto acima). A mãe, Jéssica Coimbra, agradeceu aos militares por ter salvado sua filha. Muito emocionada, ela relatou que foi tudo muito rápido, que a menina estava na piscina sendo vigiada por ela e que havia pedido para sair. Jéssica disse que secou o corpo da filha e entrou em casa para pegar a roupa e vesti-la. Quando voltou, deparou com a menina se afogando na piscina.

O cabo Reis atendeu a ligação e orientou a mãe e os familiares como proceder nos primeiros socorros
A piscina onde a menina se afogou tem um metro e quarenta centímetros de profundidade
Após resgatar a criança, a ambulância do Corpo de Bombeiros conseguiu chegar na Santa Casa em cerca de dois minutos (Fotos: Divulgação/Corpo de Bombeiros)
Total Page Visits: 1543 - Today Page Visits: 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *