UMA HISTÓRIA REAL – Homem de 42 anos que mora na Suécia pretende vir a Barbacena procurar a mãe biológica

Ele nasceu na cidade em abril de 1975 e foi adotado, ainda bebê, por um casal dinamarquês

Um homem de 42 anos de nome Anders Nilsson (foto), que mora em Helsingborg, na Suécia, com sua mulher e três filhos, pretende vir ao Brasil, mais especificamente em Barbacena em busca da sua origem. Ele quer conhecer a mãe biológica, que possivelmente reside na cidade.

Anders nasceu em Barbacena no dia 11 de abril de 1975. Ainda bebê, foi adotado pelo casal dinamarquês Börje e Olga Sovenssem, que o levou para a Suécia, onde vive atualmente. Ele deve chegar à cidade em breve para procurar informações sobre sua mãe. Para isso, Anders está contando com a ajuda de uma amiga que conheceu através de uma rede social, pois ele nem mesmo sabe o nome da mãe biológica e nem se ela está viva. “O que eu sei sobre minha mãe biológica é que ela era muito jovem quando me deu à luz”, afirmou Anders.

Anders Nilsson nasceu numa casa para jovens mães em Barbacena. Na época, sua mãe biológica tinha entre 15 e 16 anos. Provavelmente por não ter condições de criar a criança, ela resolveu entregá-la para adoção. Uma mulher de nome Helena, cujo marido trabalhava numa fábrica de cimento em Barbacena – fábrica esta construída pelo casal Börje e Olga Sovenssen quando os dois moraram temporariamente no Brasil – conhecia a adolescente que tinha dado à luz e teria intermediado a adoção.

O casal dinamarquês buscou o recém nascido na casa onde nasceu, em Barbacena, com apenas dois dias de vida, no dia 13 de abril de 1975, e o levou para Pedro Leopoldo, onde morava e possuía uma filial da fábrica. Poucos dias depois, em 25 de abril, o casal viajou com a criança para a Dinamarca.

 

A busca pela mãe

 

O primeiro passo de Anders, quando chegar em Barbacena, deverá ser procurar a tal Helena, que teria intermediado a adoção. Através dela e com a ajuda da amiga que conheceu na rede social, que também será sua intérprete, ele deverá começar a montar o “quebra-cabeça”.

Anders disse que o sonho da vida dele é encontrar sua mãe biológica, caso esteja viva, e que vai fazer de tudo para realizar este sonho. Além de conhecer a mãe, ele quer saber se possui família, inclusive irmãos aqui no Brasil. Para isso, ele faz um apelo à população barbacenense no sentido de dar informações que possam contribuir para sua caminhada.

O portal Cidade de Barbacena se colocou à disposição para ajudar Anders a encontrar a mãe biológica. Qualquer informação será importante e poderá ser enviada para o e-mail do portal (contato@cidadedebarbacena.com.br).

Anders Nilsson ainda bebê, quando foi adotado, e atualmente; ele vem a Barbacena para tentar encontrar a mãe biológica (Fotos: Arquivo familiar)
Total Page Visits: 1724 - Today Page Visits: 2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *