Barbacena tem praças fechadas e mais restrições para tentar conter o avanço da pandemia

Novas medidas foram anunciadas pelo prefeito Carlos Du durante entrevista coletiva na noite de sábado; decreto municipal foi publicado neste domingo

Paulo Emílio Gonçalves/Portal CB

Em entrevista coletiva na noite do último sábado (09), o prefeito Carlos Du (MDB) anunciou novas medidas com mais restrições para tentar conter o avanço da pandemia do novo Coronavírus (Covid-19) em Barbacena, dentre elas, o isolamento de espaços públicos onde pode haver aglomeração de pessoas.

Além do prefeito, participaram da entrevista, que foi transmitida ao vivo pelos canais de rede social da Prefeitura, o vice-prefeito Aloísio Dias; o secretário adjunto de Saúde do Estado de Minas Gerais, Marcelo Cabral; o secretário municipal de Saúde, Arinos Brasil; a diretora de Vigilância em Saúde, Aniellen Santos; a superintendente regional de Saúde, Érica Santos e o presidente da Câmara Municipal, vereador Everton Horta.

Barbacena está na onda vermelha do programa Minas Consciente, do governo estadual, a mais restritiva em relação à flexibilização da economia, desde a semana do Natal, mas um acordo entre a então equipe da Secretaria Municipal de Saúde Pública (Sesap), do governo anterior, e os comerciantes fez com que o comércio permanecesse aberto ao público para diminuir o impacto negativo na economia da cidade.

Com o aumento dos casos de Covid-19 e de óbitos por causa da doença nos últimos dias em Barbacena, o prefeito Carlos Du determinou, através de um decreto publicado na noite de ontem, domingo (10), que toda a cidade terá que seguir o que determina a onda vermelha do programa Minas Consciente, ou seja, apenas os serviços essenciais poderão funcionar com a presença de público a partir de hoje, segunda-feira (11), mesmo assim com um protocolo rígido para evitar aglomerações. Com isso, o comércio local já não pôde abrir suas portas para o público esta manhã, ficando autorizado apenas os estabelecimentos como supermercados, padarias, farmácias, dentre outros que prestam serviços essenciais. Os outros setores poderão continuar funcionando pelo sistema delivery ou para retirada dos produtos no balcão, inclusive os bares e restaurantes, sem a presença do público no interior do estabelecimento.

314 novos casos nos 10 primeiros dias do ano

Só nos dez primeiros dias do ano foram registrados em Barbacena 314 novos casos de Coronavírus, o que dá uma média superior a 31 infecções por dia, além de sete mortes causadas pela doença em moradores da cidade e oito em pessoas de outros municípios que estavam internadas em hospitais locais. Segundo o secretário municipal de Saúde, o médico Arinos Brasil, todos os hospitais de Barbacena já estão lotados, atingindo 100% de ocupação dos leitos reservados para Covid-19 em alguns casos.

Os participantes da entrevista foram unânimes em afirmar que a medida seria necessária para tentar frear o avanço da doença. Além da proibição de clientes dentro dos estabelecimentos comerciais não essenciais, o transporte público também teve medidas mais restritivas. A partir de hoje os ônibus urbanos não poderão trafegar com passageiros em pé e ninguém poderá entrar no coletivo sem máscara.

O prefeito Carlos Du anunciou também que as praças do município serão isoladas para que não haja aglomeração de pessoas. Na manhã desta segunda-feira foram colocados cordões de isolamento nas praças do centro da cidade e uma força tarefa formada pela Vigilância Sanitária, Guarda Civil Municipal, com apoio da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros foi montada para fiscalizar, evitar aglomerações e orientar a população.

O descumprimento das medidas restritivas estabelecidas pelo decreto acarretará na interdição imediata do estabelecimento, bem como a configuração de infração sanitária, nos termos da Lei Estadual nº 13.317, de 1999, art. 99, inciso XXXVI.

No endereço (http://barbacena.mg.gov.br/arquivos/atos_10-01-2021_diariooficial.pdf) o leitor do Portal CB poderá conferir o Decreto Municipal Nº 8.812, publicado no Diário Oficial do Município neste domingo, que determina as novas medidas restritivas para conter a pandemia, dentro do programa Minas Consciente.

O município de Barbacena permanecerá na onda vermelha enquanto a macrorregião Centro-Sul de Minas Gerais permanecer nesta fase. O Comitê Extraordinário Covid-19 do estado se reúne semanalmente para analisar a situação das micro e macrorregiões, podendo flexibilizar ou aumentar as restrições, de acordo com a evolução da doença.

As praças no centro de Barbacena foram fechadas para evitar aglomerações
Uma força tarefa formada pela Vigilância Sanitária, Guarda Civil Municipal, com apoio da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros foi montada para fiscalizar e orientar a população (Fotos: Carlos Henrique)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *