A sátira poética do padre Correia de Almeida no Youtube

Palestra virtual relembra a obra do padre publicada na imprensa de Barbacena no século XIX

Neste sábado (06), às 19 horas, com transmissão ao vivo pelo canal do Youtube da Associação Médica de Barbacena (AMBA), será apresentada a palestra “Notícias do padre Correia de Almeida em antigos jornais de Barbacena – Período de 1881-1905”. O palestrante será o médico, professor universitário e pesquisador Luiz Mauro Andrade da Fonseca.

Organizador de uma ampla pesquisa que levantou as publicações literárias e notícias na imprensa local sobre o padre José Joaquim Correia de Almeida (1821-1905), a palestra relembra um dos personagens mais instigantes da literatura brasileira. Segundo o pesquisador, apesar de ser um religioso conservador, Correia de Almeida foi um dos melhores poetas satíricos do seu tempo, com uma obra em versos cheia de sarcasmo e críticas sociais.

A palestra terá ainda comentários do historiador e membro da Academia Barbacenense de Letras (ABL), Edson Brandão, com mediação do médico Flávio Martins, atual presidente da Associação Médica de Barbacena. O evento é uma iniciativa da AMBA e do Centro de Memória Belisário Penna. Para acessar o canal da AMBA, vá ao Youtube e procure “Associação Médica Barbacena”.

Quem foi o padre Correia de Almaida

José Joaquim Correia de Almeida (1820-1905) faz parte do período oitocentista da literatura brasileira. Optou primordialmente pela arte poética. Dedicou-se ao gênero lírico. Criou sátiras, epigramas, sonetos e outras modalidades afins. Tanto uma formação humanista quanto um espírito crítico podem ser inferidos de seus poemas. Estudou Língua Portuguesa, Latim, Música e Religião. O meio em que foi educado e sua abertura para abordar, questionar e opinar sobre diversos temas também evidenciam sua dimensão cosmopolita, muitas vezes, mimética, desconcertante, mas jamais eivada de rudeza.

Segundo o escritor Mário Celso Rios (1954-2020), que se dedicou a estudar a obra do poeta barbacenense, “a associação entre texto e contexto, o confronto entre o erudito e o popular, as culturas díspares, o sagrado e o profano são questões universais e atemporais, mas que na obra do padre ganham mais impacto pelo humor”.

Conheça alguns trechos da poesia satírica do padre Correia de Almeida:

Se falta recreio

Aqui, Barbacena,

Procuro-o na pena

Que é lícito meio.

Se escrevo ou se leio,

cidade  pequena

a  paz mais serena

desfruto em teu seio.

E nestes lazeres

que as ruas nos dão,

Eu fujo dos pulhas,

E escapo das bulhas

O poeta manifesta afeto pela cidade em que veio à luz e o que lhe chama atenção. Esse sentimento aparece em outras composições poéticas (MCR).

EPIGRAMA

Quereis ter no parlamento

Discursos de papagaios?

Sobrecarregai o orçamento,

Pagai-os, e bem, pagai-os!

(Sátiras… 1876. Laemmert. RJ).

O tema serviço público e o comportamento de certos agentes em cargos elevados ganha ênfase na quadra acima. Poucas palavras. Vogais abertas ganham destaque ao criar a imitação de um som natural (MCR).

O médico, professor universitário e pesquisador Luiz Mauro Andrade da Fonseca será o palestrante
A palestra terá comentários do historiador e membro da Academia Barbacenense de Letras, Edson Brandão (Fotos: Divulgação)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *