Funcionários da Prefeitura de Barbacena denunciam a falta de equipamento de segurança para trabalhar

Preocupação aumentou após o acidente que matou um servidor na semana passada

Paulo Emílio Gonçalves/Portal CB

Os funcionários da Prefeitura de Barbacena estão denunciando a falta de equipamento de segurança para trabalhar, depois que um servidor morreu soterrado no último dia 30 quando executava uma obra do bairro Urias Barbosa de Castro, antigo bairro das Mansões.

Jairon Aleandro Matos, de 45 anos, e um colega estavam no interior de uma vala assentando manilhas para captação águas pluviais quando houve um deslizamento que soterrou os dois. Um dos servidores foi socorrido e encaminhado para o hospital. Já Jairon Aleandro foi atingido na cabeça por um pedaço de concreto e morreu no local. Ninguém na obra usava equipamento de segurança individual, o EPI.

O próprio portal da Prefeitura comprova o descaso do poder público com a segurança dos funcionários, como mostra uma foto no final desta matéria de uma obra de recuperação de uma ponte no bairro Roman. A notícia com a foto foi publicada no site oficial do Município no mesmo dia do acidente que vitimou Jairon Aleandro.

Uma reportagem veiculada no final da semana passada na Rede Mais TV, afiliada da Record TV, comprovou a falta de equipamentos essenciais, como capacetes, uniformes, dentre outros, em obras executadas pela Prefeitura de Barbacena.

De acordo com o tenente Jaime Tomaz, do Corpo de bombeiros, os equipamentos são de extrema importância para a segurança do trabalhador. Ele disse que se o operário que morreu estivesse usando o capacete os danos poderiam ser menores.

Já o presidente do Sindicado dos Servidores Públicos de Barbacena, Edval Machado de Oliveira Júnior afirmou que o sindicato vai se reunir com a Prefeitura para discutir a compra de EPI.

A Câmara Municipal enviou um requerimento ao Executivo pedindo esclarecimento sobre os equipamentos de segurança. Segundo o vereador Carlos Augusto do Nascimento, o Carlos Dú, o objetivo do requerimento é saber se existem EPIs em Barbacena. Ele afirma que os próprios servidores procuraram o Legislativo e estão preocupados com a situação. ”Nossa preocupação na Câmara Municipal é a segurança desses servidores”, disse o vereador. Carlos Dú afirmou ainda que protocolou denúncia ao Ministério Público.

Na Prefeitura ninguém está autorizado a falar sobre o assunto. Uma nota divulgada após o acidente do dia 30 de outubro, que matou Jairon Aleandro, afirma que o Município está dando total assistência às famílias das vítimas.

Confira abaixo a reportagem da Rede Mais TV.

O próprio portal da Prefeitura mostra a falta de equipamento de segurança para os funcionários durante as obras (Foto: Reprodução)
O vereador Carlos Alberto do Nascimento protocolou denúncia ao Ministério Público (Foto: Reprodução/Rede Mais TV)
Total Page Visits: 1710 - Today Page Visits: 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *