Colégio Aprendiz oferece bolsas de até 100% para alunos da rede pública

Cadastro dos alunos pode ser feito até o dia 19 de março

Devido ao movimento de greve dos profissionais da educação, algumas escolas estaduais estão sem aulas. Sendo assim, o Centro Educacional Aprendiz – CEA (foto) lança o exame de seleção para alunos de escolas públicas. Serão selecionadas bolsas de até 100% para estudantes do Ensino Fundamental II e Médio. Também serão ofertados preços promocionais para Educação Infantil e Ensino Fundamental I.

O CEA sempre manteve a tradição de disponibilizar bolsas de ensino. Atualmente a instituição oferta 840 bolsas integrais, ou seja, esses alunos estão isentos de pagamentos de mensalidades.

A diretora do Aprendiz, Cristiane Mara Nascimento explica que a ação é para beneficiar e ajudar os alunos que estão sem aulas. “Não é de hoje que o Aprendiz disponibiliza bolsas de estudos. Nossa meta para o ano de 2020 é ampliar ainda mais esse trabalho e chegar a mil bolsas. Sempre trabalhamos para ajudar as pessoas, o que é uma marca do CEA”, afirmou Cristiane.

O cadastro para alunos da rede pública pode ser feito até o dia 19 de março pelo site: http://aprendiz.edu.br/exameselecao. A prova será realizada no Colégio Aprendiz, dia 20 de março, às 16 horas. Informações pelo telefone (32)3339-6850.

Posicionamento oficial do Aprendiz

O CEA divulgou uma nota quanto ao movimento de greve dos profissionais da educação da rede estadual, contrários à abertura do cadastro. Confira a nota na íntegra:

“O Centro Educacional Aprendiz vem respeitosamente comunicar à sociedade barbacenense que em momento algum desrespeitou o movimento de greve dos professores da rede estadual, uma vez que é do nosso conhecimento o direito constitucional à greve.

Entretanto, um dos direitos humanos fundamentais encontra-se o direito à educação e, portanto, fazer a oferta de bolsas de estudos para os alunos que estejam preocupados com sua rotina escolar não fere em momento algum a educação pública, visto que o número de alunos que possivelmente poderia ser atendido no Aprendiz, não altera o comportamento de nenhuma escola pública estadual.”

Vale lembrar que nunca houve o pronunciamento de qualquer instituição e sindicato, quando o Aprendiz abriu vagas totalmente gratuitas na creche solidária para o atendimento de 100 crianças que não tinham a oportunidade de acesso à rede pública. Naquele momento sua preocupação, também, era da garantia dos direitos constitucionais.

(Fonte: CEA – Publicidade)

Total Page Visits: 1066 - Today Page Visits: 4

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *