Morre aos 90 anos o ex-deputado Bonifácio Andrada, o Andradinha

Político barbacenense e reitor da Unipac foi diagnosticado com Covid-19 em dezembro

Paulo Emílio Gonçalves/Portal CB

Morreu na noite desta terça-feira (05), aos 90 anos, o ex-deputado federal e reitor da Universidade Presidente Antônio Carlos (Unipac), Bonifácio José Tamm de Andrada (foto), mais conhecido como Andradinha. A informação foi passada pela assessoria da Unipac no início desta noite.

Andradinha foi diagnosticado com Covid-19 e internado no dia 16 de dezembro no hospital Mater Dei, em Belo Horizonte. Desde então, o quadro de saúde do ex-deputado foi se agravando, com sinais de infecção decorrente da Covid. Ele chegou a ser tratado com antibióticos e teve que receber ventilação mecânica. Na noite de hoje, terça-feira, o político faleceu devido às complicações causadas pelo novo Coronavírus.

Bonifácio Andrada tinha oito filhos, entre eles os ex-prefeitos de Barbacena, Antônio Carlos Doorgal de Andrada (o Toninho Andrada) e Martin Francisco Borges de Andrada; o jurista José Bonifácio Borges de Andrada; o desembargador do TJMG, Doorgal Gustavo Borges de Andrada e o deputado federal Lafayette Andrada, que foi candidato a prefeito de Belo Horizonte nas eleições do último dia 15 de novembro.

Bonifácio nasceu em Barbacena no dia 14 de maio de 1930. Além de político e reitor da Unipac, era advogado, jornalista, cientista político e professor universitário. Foi deputado federal por 40 anos – de 1979 a 2019 – tendo exercido dez mandatos consecutivos.

Andradinha era filho de José Bonifácio Lafayette de Andrada e de Vera Raymunda Tamm de Andrada, e irmão do já falecido deputado José Bonifácio Tamm de Andrada, que era conhecido nos meios políticos como Zé Bodeco. Iniciou sua carreira política como vereador em Barbacena em 1954. Logo depois foi deputado estadual em Minas Gerais, cargo que ocupou até 1975. Chegou a ser candidato a vice-presidente da República nas eleições de 1989, compondo a chapa de Paulo Maluf, mas a dupla não foi eleita.

O ex-parlamentar era casado com Amália Borges de Andrada. Ainda não há informações sobre velório e o sepultamento do político barbacenense.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *