‘Protetores’ pretendem fazer manifestação em protesto ao atropelamento de um cão de rua por um ônibus urbano em Barbacena

Fato ocorreu no último sábado, foi registrado por uma câmera, ganhou as redes sociais e causou indignação; animal, conhecido como Marronzinho, morreu na hora

Paulo Emílio Gonçalves/Portal CB

O atropelamento de um cão de rua causou indignação nos protetores de animais e em parte da população barbacenense durante esta semana. O fato aconteceu na tarde do último sábado (12), no cruzamento da avenida Bias Fortes com rua Francisco Sá, região central de Barbacena, e foi registrado por uma câmera de monitoramento (confira vídeo no final da matéria).

O cão, conhecido como Marronzinho, foi colhido por um ônibus urbano da empresa Cidade das Rosas quando atravessava a rua e morreu na hora. O vídeo ganhou as redes sociais e foi motivo de muitos protestos e indignação. Um detalhe interessante que merece ser registrado é que o cachorro atravessava na faixa de pedestre, quando o ônibus, que parece não ter diminuído a velocidade, passou por cima do animal.

Devido ao atropelamento, os protetores de Barbacena decidiram fazer uma manifestação neste sábado (19), a partir das 9 horas da manhã, na Praça dos Andadas, centro da cidade, respeitando os protocolos sanitários e o distanciamento por causa da pandemia de Covid-19. Segundo os organizadores, o movimento será por “justiça ao Marronzinho”, uma vez que eles entendem que o atropelamento pode ter sido por negligência do motorista do ônibus ou até mesmo proposital.

Os protetores registraram um boletim de ocorrência na Polícia Militar (PM), e o caso foi parar na Justiça. De acordo com Carlos Henrique de Oliveira, que cuida de animais de rua no centro de Barbacena há mais de 20 anos, o motorista foi imprudente, inconsequente e o atropelamento foi proposital. “Alguns protetores foram até a empresa Cidade das Rosas e obtiveram a informação de que o motorista não parou porque o ônibus estava cheio, inclusive com idosos, e não poderia frear. Então, ele já estava errado, primeiro porque o ônibus não poderia transportar muitos passageiros por causa da pandemia, e segundo porque ele falou que não ia frear por causa disso. Então, ele acabou confessando que atropelou propositalmente. E se fosse uma pessoa, ele não teria que frear? Mas como era apenas um cachorrinho, um cão comunitário, ele passou por cima e nem sequer parou para prestar socorro. Na minha opinião, ele foi irresponsável, inconseqüente, covarde e está despreparado para a profissão que exerce”, afirmou Carlos Henrique. Finalizando, Carlos disse que os protetores estão preparando uma ação para impetrar Justiça contra a empresa Cidade das Rosas e contra o motorista.

A presidente de honra da Associação Barbacenense de Proteção aos Animais (ABPA), Tânia Falcão, lamentou o ocorrido e disse que a associação está a favor dos protetores. Em matéria publicada no site do jornal Folha de Barbacena, Tânia desabafou. “Um cachorro de rua, ele atravessou na faixa. Ele não tem nem obrigação de atravessar na faixa, ele não tem esse conhecimento. Mas coincidentemente ele atravessou na faixa e é um cachorro grande. Era um cachorro grande! Como é que o motorista não viu? Como não o viu? Como? E se fosse uma criança, ele também não veria? Passaria por cima? E se fosse uma pessoa anã? Passaria por cima? Então, assim, a revolta é geral. Realmente já foi feito o B.O. (boletim de ocorrência) pelas protetoras. Vamos  seguir com isso aí. A ABPA, nesse ponto, se posiciona a favor de todos os protetores”, afirmou a presidente da associação.

O Portal Cidade de Barbacena entrou em contato, por telefone, com a empresa Cidade das Rosas. A atendente passou a ligação para outra pessoa e esta informou que a empresa não emitiu nenhuma nota oficial e não tem nada a declarar sobre o assunto.

Confira abaixo o vídeo do atropelamento do cão Marronzinho.

O cão Marronzinho foi atropelado pelo ônibus no último sábado na avenida Bias Fortes (Foto: Divulgação)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *