Praça Conde de Prados passa por revitalização e tradicional ‘globo’ ganha luzes coloridas

Obelisco recebe nova pintura e luzes terão cores de acordo com campanhas de conscientização

Paulo Emílio Gonçalves/Portal CB

A Prefeitura Municipal de Barbacena (PMB) realizou o trabalho de revitalização e pintura do obelisco situado na praça Conde de Prados, mais conhecida como Praça do Globo ou Jardim do Globo, no centro da cidade. A obra ficou a cargo da Diretoria de Cultura, Desporto e Turismo da PMB e do Conselho de Patrimônio Histórico e Cultural (COMPHA), tendo ainda outras parcerias.

O tradicional “globo” da praça passou por limpeza, troca dos vidros quebrados e substituição das antigas lâmpadas de sódio pelo modelo de led colorido (foto), mais econômico e com maior eficiência energética. O obelisco que dá sustentação ao globo também passou por limpeza e recebeu uma nova pintura. De acordo com a Diretoria de Cultura, tanto a recuperação do globo quanto as cores foram deliberadas e aprovadas pelo COMPHA.

De acordo com Alexandre Braga, diretor de Cultura, Desporto e Turismo de Barbacena, as cores foram escolhidas para dar nova vida à praça. “A Prefeitura de Barbacena está terminando uma licitação para compra do restante das tintas visando concluir o trabalho de pintura, sendo que os recursos foram repassados pelo COMPHA, através do ICMS do Patrimônio Cultural”, disse Braga.

A iluminação colorida do globo tem como objetivo fazer a praça participar das diversas campanhas de conscientização. Durante o mês de novembro o globo ficará na cor azul, devido ao “Novembro Azul”, mês mundial de conscientização e combate ao câncer de próstata.

A história da Praça do Globo

Na época de sua construção, no século XIX, a praça Conde de Prados era conhecida como Praça da Concórdia. Em 1891 foi erguida vistosa e elegante coluna, de aproximadamente 20 metros de altura, em estilo grego, sobre a qual se via a Estátua da Liberdade (uma mulher esculpida em pedra, vestida à moda grega, trazendo em suas mãos grossas correntes rebentadas, simbolizando a liberdade).

Historiadores de Barbacena afirmavam que esta coluna foi ereta em grande parte a esforços dos escravos que a Lei Áurea havia libertado em 13 de maio de 1888. O construtor do obelisco foi o renomado arquiteto José Ravagnelli.

Segundo o historiador Nestor Massena, a praça, desde 1891 até o final da década de 1920 era ao nível do chão, toda ajardinada, com canteiros de flores separados uns dos outros. No obelisco, erguia-se a coluna com datas comemorativas do município.

Atualmente a praça possui um jardim suspenso em estilo eclético, com bancos em estilo italiano, caramanchões, postes estilo inglês e uma estátua em mármore da Leda e o Cisne e seu formato remete a um violino se vista do alto.

(Fonte: Portal/PMB)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *