13ª RPM registra diminuição de crimes violentos em 2019 nos municípios sob sua responsabilidade

Barbacena se destaca com a maior redução entre as três maiores cidades onde a Região da Polícia Militar atua

Paulo Emílio Gonçalves/Portal CB

A 13ª Região da Polícia Militar (RPM), responsável pela segurança pública de 61 municípios, incluindo Barbacena, encerrou o ano de 2019 com uma redução de 15,8% nos crimes violentos, registrando 165 casos a menos do que em 2018. Os dados foram divulgados no início desta semana e apontam a 13ª RPM com a segunda menor taxa do estado de Minas Gerais, apresentando um índice de 104,76 crimes violentos para cada grupo de 100 mil habitantes.

As três cidades mais populosas que compõem a área da 13ª RPM apresentaram significativas reduções na criminalidade violenta em 2019, comparado ao ano anterior. Barbacena, que possui 137.313 habitantes, segundo estimativa do IBGE, teve a maior redução entre as três, com 17,6% em números absolutos, o que corresponde a 29 crimes violentos a menos.

Já Conselheiro Lafaiete, com 128.589 habitantes, apresentou redução de 3,5% no ano passado, significando um decréscimo de 9 crimes violentos em relação a 2018. São João Del Rei (90.082 habitantes) alcançou uma redução de 15 crimes violentos em 2019, o que equivale a 11,9%.

Em relação à taxa de homicídios, a 13ª RPM também obteve redução (29%) com 21 vítimas a menos que 2018. Vale ressaltar ainda que a Região Militar possui municípios que estão há muitos anos sem registros de homicídios, como Paiva (63 anos), Santana do Garambéu (54 anos) e Casa Grande (30 anos).

O comando da 13ª RPM acredita que diversas estratégias foram determinantes para a obtenção desses resultados, como treinamento qualificado dos militares, posicionamento estratégico de viaturas e de policiais em áreas comerciais, nas entradas das cidades e nas avenidas de grande circulação de pessoas e de veículos, dentre outras, visando dar maior tranquilidade e segurança à população.

(Fonte: 13ª RPM)

Total Page Visits: 793 - Today Page Visits: 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *