Discussão acaba em morte no bairro Caminho Novo, em Barbacena

Crime aconteceu após a vítima ameaçar o suspeito por causa de outro homicídio ocorrido há dois anos

Paulo Emílio Gonçalves/Portal CB

Um homem foi morto no final da manhã de sábado (31), no bairro Caminho Novo, em Barbacena. Jefferson Oliveira de Sá Campos, de 27 nos, (no detalhe da foto) foi alvejado por um disparo de arma de fogo no tórax. O suspeito de cometer o crime – um jovem de 20 anos conhecido no meio policial como Guigui – fugiu em um Fiat Palio de cor prata, onde um comparsa o esperava.

De acordo com a Polícia Militar (PM), uma testemunha informou que o homicídio aconteceu após uma discussão e o motivo seria uma denúncia da vítima em relação a outro homicídio ocorrido em 2018, que teria sido cometido por Guigui e outro homem que se encontra preso por este crime, que é irmão de Jefferson. A arma usada no assassinato em 2018 estaria em poder de Jefferson, que teria chamado o jovem até sua casa e ameaçado de entrega-lo à polícia para inocentar o irmão que está preso. Durante o encontro, segundo a testemunha, houve a discussão e Jefferson foi alvejado pelo rapaz com a mesma arma que estava em seu poder. Logo após o crime, Guigui fugiu no Fiat Palio juntamente com o comparsa que o aguardava no carro.

Quando PM chegou ao local encontrou a vítima caída no chão, sendo que o óbito foi constatado por um médico do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). Uma equipe da Polícia Civil (PC) também esteve presente para realizar a perícia. De acordo com os primeiros levantamentos, Jefferson apresentava uma perfuração por arma de fogo na região do tórax e escoriações nas costas. Após os trabalhos periciais, o corpo da vítima foi liberado e encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML).

Os dois suspeitos – Guigui e seu comparsa – foram presos pela PM ainda no sábado, após um intenso rastreamento realizado pela equipe policial. O comparsa foi encontrado na cidade de Ressaquinha e Guigui em Carandaí. Segundo a polícia, ele confessou o crime após ser preso. A PM informou ainda que depois de matar Jefferson, ainda com a arma na mão, Guigui teria obrigado o comparsa a leva-lo até Ressaquinha, onde desceu às margens da BR-040, pegou alguns pertences em um hotel e seguiu para Carandaí, onde foi abordado e preso.

O Fiat Palio utilizado na fuga e a arma usada para matar Jefferson – um revólver calibre 38 – foram localizados e apreendidos.

Jefferson Oliveira de Sá Campos foi morto com um tiro no tórax (Foto enviada via WhatsApp)
Total Page Visits: 368 - Today Page Visits: 5

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *