Estelionatários são presos tentando aplicar golpe numa agência da Caixa em Barbacena

Duas mulheres de Rio das Ostras-RJ, um motorista de aplicativo de Cabo Frio-RJ e um rapaz de Barbacena são acusados de envolvimento

A Polícia Militar (PM) prendeu na tarde desta terça-feira, 02, quatro pessoas que tentavam aplicar um golpe na agência central da Caixa Econômica Federal (CEF) (foto), em Barbacena. De acordo com uma funcionária do banco, uma senhora entrou na agência com uma carteira de trabalho em nome de Alzira Alves, e esta senhora tentava efetuar um saque de benefício no caixa de atendimento. Como não conseguiu sacar o dinheiro, foi até ela para solicitar autorização para realizar a operação. A funcionária da agência disse que a tal senhora entregou a ela a carteira de trabalho, em nome de Alzira Alves, e que ao acessar o sistema do banco para efetuar o pagamento os dados foram divergentes. Ela procurou o gerente para comunicar o fato, que a orientou para que ela solicitasse um outro documento da mulher.

Pouco tempo depois a senhora retornou à agência com uma carteira de identidade também em nome de Alzira Alves. A funcionária efetuou novo lançamento e a divergência de dados continuou. A bancária disse a ela que o benefício estava bloqueado e que iria tomar algumas providências para desbloqueio e entraria em contato com ela.

A tal senhora saiu da agência e foi abordada pela PM, que já havia sido alertada pela central de monitoramento do banco. O gerente geral da agência disse aos policiais que foi comunicado pela funcionária do que estava ocorrendo em relação à senhora.

Algum tempo depois um indivíduo de nome Ramon entrou no banco afirmando que era sobrinho da pessoa que havia tentado sacar o benefício e solicitou os documentos que sua tia havia deixado na agência. Os documentos não foram entregues e ele acabou também sendo abordado pela polícia. Ao ser questionado, Ramon confessou a fraude. Ele relatou que reside em Barbacena que sua mãe, que mora em Rio das Ostras-RJ, havia feito contato via telefone com ele na segunda-feira, 01, dizendo que estaria mandando do Rio de Janeiro para Barbacena uma senhora de nome Dulcinéia Roque para receber um benefício na Caixa Econômica Federal com documentos que havia sido falsificado por Nicole Roque, filha de Dulcinéia, que também viria junto.

Ramon afirmou aos policiais que encontrou as duas mulheres – Dulcinéia e Nicole – na porta do banco por volta das 10h30 e que combinaram de Dulcinéia realizar a retirada do dinheiro e ele ficaria aguardando na parte dos caixas, enquanto que Nicole aguardaria os dois no carro em trouxe as duas do Rio de Janeiro, que estava em um estacionamento próximo.

Ainda segundo relato de Ramon, após um tempo Dulcinéia voltou afirmando que não conseguiu sacar o benefício e que logo depois ela foi novamente para a agência, onde ficou até por volta das 15 horas. Ramon disse que ficou esperando do lado de fora quando os policiais chegaram e o abordaram.

Após ser esclarecida a fraude, Dulcinéia Roque Conceição, de 63 anos, sua filha Nicole Roque Conceição, 23 anos, e Ramon Candal de Carvalho Soares, 23 anos, foram presos em flagrante juntamente com o motorista de aplicativo que trouxe Dulcinéia e Nicole de Rio das Ostras-RJ, onde residem. O nome do motorista, que tem 50 anos e mora em Cabo Fio-RJ, não foi revelado. O veículo, um Nissan/Grand Livina 18S, placa KYC-4947, foi apreendido pelos policiais, juntamente com os documentos em nome de Alzira Alves que haviam sido falsificados para tentar o golpe. Os quatro acusados foram encaminhados para a delegacia de polícia, onde ficaram à disposição das autoridades.

O veículo que trouxe as duas mulheres do Rio de Janeiro foi apreendido pela polícia (Foto: Reprodução/WhastApp)
Total Page Visits: 1440 - Today Page Visits: 2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *