Ex-funcionário da Prefeitura de Barbacena é preso por desvio de dinheiro público

Acusado teria se apossado de mais de R$ 1 milhão do sistema de previdência municipal, na época em que foi servidor

A Polícia Militar (PM) prendeu na noite desta terça-feira, 22, um ex-funcionário da Prefeitura de Barbacena pelo crime de peculato, que é desvio de dinheiro público. Ele tinha um mandado de prisão em aberto e foi detido próximo à sua residência, no bairro do Carmo, em Barbacena.

Segundo a denúncia do Ministério Público (MP), Sérgio Antônio Rocha Lobo, de 57 anos, teria desviado mais de R$ 1 milhão do SIMPAS, que é o sistema de previdência dos servidores públicos municipais de Barbacena, na época em que foi funcionário, entre 1996 e 2008.

De acordo com o promotor de Justiça, Vinícius Chaves, Sérgio Lobo era quem respondia pelo SIMPAS e ele próprio assinava os cheques da entidade para pagar os beneficiários, mas os valores não chegavam ao seu destino. Segundo Chaves, como os beneficiários era indefinidos, ao invés de fazer o pagamento a eles, Sérgio endossava os cheques e ele mesmo sacava o dinheiro e se apropriava das quantias.

O promotor disse ainda que tramita na Justiça um pedido de ressarcimento aos cofres públicos, através de um ação de improbidade administrativa ajuizada pelo Município contra o acusado, numa tentativa de recuperar o dinheiro desviado. No entanto, ele afirmou que um levantamento feito pelo MP apurou que o ex-funcionário da Prefeitura não possui nenhum bem móvel ou imóvel em seu nome.

Em novembro de 2015, Sérgio Antônio Rocha Lobo foi condenado em primeira instância a cinco anos de prisão em regime semi-aberto. Um novo mandado de prisão foi expedido em janeiro de 2019 pelo crime de desvio de dinheiro público.

Após ser preso, Sérgio foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil, onde foi autuado, e depois foi conduzido para o Presídio de Barbacena.

O promotor Vinícius Chaves declarou que de acordo com o Código Penal, no caso de crime de desvio de dinheiro público, para o cidadão ter direito à progressão de regime ele terá que, primeiro, devolver aos cofres públicos os valores pelos quais foi condenado.

Sérgio Antônio Rocha Lobo é acusado de desviar mais de R$ 1 milhão do sistema de previdência da Prefeitura de Barbacena (Foto: WhatsApp)
Total Page Visits: 1570 - Today Page Visits: 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *