Homem acusado e estuprar e matar adolescente em Santos Dumont irá a julgamento

Emerson Marques Vidal é suspeito do assassinato da jovem Márcia Karoline Mendes Cândido, em dezembro do ano passado

O radialista e pintor Emerson Marques Vidal, de 41 anos, que está preso desde março de 2018 acusado de estuprar e matar a adolescente Márcia Karoline Mendes Cândido, de 16 anos, no final do ano passado, deve ir em breve a julgamento em Santos Dumont, cidade onde ocorreu o crime. A sentença foi proferida pelo juiz Marcelo Alexandre do Valle Thomaz na última segunda-feira, 8, e publicada ontem, dia 9 de outubro. De acordo com o magistrado, as provas apresentadas no inquérito apontam “fortes evidências de ser o réu autor dos crimes de homicídio, estupro, ocultação de cadáver, coação no curso do processo e fraude processual”. A sentença do juiz afirma ainda que caberá ao júri popular decidir se o acusado praticou ou não os crimes.

Em julho deste ano, em audiência, o acusado afirmou que ele e a vítima mantinham um relacionamento desde novembro de 2017, e que no dia que ela desapareceu os dois haviam se encontrado. No depoimento, Emerson declarou ainda que ele e a jovem haviam mantido relação sexual de maneira consensual, e que o celular de Márcia não parava de tocar. Ainda segundo o réu, a garota havia dito que estava sendo ameaçada pelo namorado por causa do causa da traição.

Na sentença proferida esta semana, o juiz Marcelo Alexandre afirma que testemunhas confirmaram durante a audiência que o acusado já havia assediado outras jovens, inclusive perseguido uma garota após a morte de Márcia Karoline, e que ele teria ameaçado uma testemunha.

A Polícia Civil relatou que o acusado declarou conhecer o local onde o corpo da vítima foi localizado, uma região de difícil acesso na zona rural de Oliveira Fortes (foto acima), município que faz divisa com Santos Dumont.

O crime

O assassinato de Márcia Karoline ocorreu no final do ano passado e o fato foi divulgado pela imprensa da região, inclusive pelo portal Cidade de Barbacena. No dia 21 de dezembro ela foi vista saindo da casa do pai no bairro Córrego do Ouro, em Santos Dumont, e não chegou ao destino, que era a casa da mãe, onde morava. No dia seguinte, familiares e amigos se mobilizaram e começaram a fazer buscas pela cidade à procura da adolescente. A mãe de Márcia registrou um boletim de ocorrência e ficou aguardando instruções da Polícia Civil.

No dia 28 de dezembro, uma semana após o desaparecimento, o corpo da jovem foi encontrado na zona rural de Oliveira Fortes, próximo à localidade denominada Japão. De acordo com as primeiras investigações, o cadáver apresentava sinais de estupro e foi encaminhado para o Instituo Médico Legal (IML) de Barbacena. Os exames de necropsia confirmaram abuso sexual antes da vítima ser morta.

O delegado da 5ª Delegacia de Polícia de Santos Dumont, Cléber Faria Silva, responsável pelo caso, declarou que existem imagens de câmeras de segurança que mostram a garota sendo seguida pelo carro do suspeito. O policial afirmou ainda que uma testemunha disse, em depoimento, que a última vez que Márcia Karoline foi vista com vida estava dentro do carro.

Cléber Faria informou ao portal G1 que o depoimento de Emerson não condiz com a apuração da investigação, que incluiu a quebra de sigilo telefônico do acusado. “Ele confessa que ela esteve no carro dele e que os dois tiveram uma relação. Nega que a tenha matado. No entanto, não é condizente com os nossos levantamentos. Os indícios são de que a relação sexual foi forçada e não consensual como ele alega. Tudo indica que foi um caso de estupro seguido de morte”, destacou o delegado, que explicou ainda que o pedido de prisão preventiva do suspeito, em março passado, foi fundamentado numa denúncia de agressão a uma testemunha e após uma família dizer que ele havia perseguido outra adolescente. “No decorrer das investigações, ele se sentiu acuado e agrediu uma testemunha. Além disso, nós atendemos a uma família que o denunciou por estar perseguindo a filha. Ele tem uma personalidade violenta e age de forma intimidatória”, concluiu Cléber Faria.

O acusado Emerson Vidal: julgamento à vista (Foto: arquivo/CB)
A jovem Márcia Karoline foi estuprada e assassinada em dezembro do ano passado (Foto: Arquivo/CB)
Total Page Visits: 1548 - Today Page Visits: 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *