Homem é assassinado com um tiro nas costas no bairro Funcionários, em Barbacena

Segundo uma testemunha, vítima estaria sendo ameaçada por já ter cometido um homicídio

Paulo Emílio Gonçalves/Portal CB

Um homem foi morto na noite do último sábado (10), no bairro Funcionários, em Barbacena. Bruno William de Castro, de 33 anos (no detalhe da foto), foi executado com um tiro nas costas.

De acordo com o que foi apurado pela Polícia Militar (PM), a vítima estava em uma casa abandonada fazendo uso de crack, quando um homem chegou empunhando uma arma de fogo e efetuou vários disparos em sua direção. A PM informou ainda que o local é conhecido no meio policial como ponto de consumo de entorpecente.

Os militares disseram que quando chegaram na casa a vítima estava caída na porta, aparentemente sem sinais vitais. Uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionada e a médica responsável pela unidade atestou o óbito.

Uma testemunha relatou para a polícia que estava em companhia de Bruno na residência quando o homem entrou atirando. A pessoa disse ainda que o assassino trajava calça jeans, blusa de moletom vermelha e preta e usava um capuz.

Outra testemunha afirmou que Bruno William estava sendo ameaçado por já ter matado uma pessoa, o que faz crer que o crime pode ter sido cometido por vingança. Segundo esta testemunha, Bruno teria cometido o homicídio de maneia brutal e covarde.

Peritos da Polícia Civil (PC) estiveram no local e constataram que Bruno foi assassinado com um tiro nas costas. Após realizada a perícia, o corpo dele foi removido para o Instituto Médico Legal (IML).

Suspeito detido

Na tarde de ontem, domingo (11), a PM recebeu informações de que o suspeito do homicídio que vitimou Bruno William de Castro – um jovem de 27 anos – havia sido visto no bairro Funcionários. Os militares se deslocaram até a residência indicada e conversaram com o suspeito. Na casa, a equipe encontrou roupas semelhantes às usadas pelo autor do crime. O homem negou ter cometido o assassinato e disse que no horário do crime estava em casa.

Segundo a PM, durante vistoria realizada na residência a equipe encontrou uma planta cultivada em um vaso com características semelhantes a maconha e pássaros da fauna silvestre brasileira, em cativeiro, motivo pelo qual foi acionada a equipe da Polícia Militar de Meio Ambiente.

O rapaz foi preso sob acusação de tráfico de entorpecente e encaminhado para delegacia. A polícia está apurando ser ele tem mesmo envolvimento com o assassinato de Bruno William.

Bruno William de Castro foi assassinado com um tiro nas costas (Foto: Reprodução/Rede Social)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *