Homem que pintava o corpo para pedir dinheiro nas ruas é espancado até a morte

Crime aconteceu na madrugada desta quarta-feira no bairro Santa Efigênia, em Barbacena

Um homem conhecido em Barbacena por pintar o corpo, dançar e pedir dinheiro nas ruas e bares da cidade foi assassinado a pauladas na madrugada desta quarta-feira, 15, após desentendimento em um bar no bairro Santa Efigênia.

De acordo com o boletim de ocorrência da Polícia Militar (PM), Maykon Dias Braga, de 40 anos, já havia discutido com uma pessoa no domingo passado, dia 12, no mesmo bar. Testemunhas afirmam que ele voltou na noite de ontem, terça-feira, com um porrete na mão ameaçando a pessoa que teria se desentendido com ele no domingo.

Depois discutirem mais uma vez, Maykon saiu do bar em direção à sua casa, que fica anexa ao estabelecimento, e foi seguido por elementos que o mataram a pauladas no quintal de sua residência, que fica na rua Professor José Jordão Ferreira.

Uma testemunha disse à polícia que ouviu gritos e barulho de espancamento durante a madrugada vindos do quintal da casa de Maykon. Na manhã de hoje, quarta-feira, a testemunha, que é vizinha da vítima, relatou que foi até à residência de Maykon e encontrou o corpo dele caído no quintal, próximo a um bananal, com sinais de espancamento e o rosto desfigurado. Ao ver a cena ele ligou para a polícia.

Os militares chegaram ao local e confirmaram o homicídio. Foi solicitada a presença de uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), para que a equipe atestasse a morte da vítima.

Após a confirmação do óbito, os policiais saíram à procura dos assassinos e conseguiram prender três suspeitos, sendo que um deles, de 18 anos, confessou o crime. Ele relatou aos militares que Maykon entrou com um pedaço de pau no bar no início da madrugada de hoje, quarta-feira, começou a discutir e o atingiu na mão. O rapaz contou que logo em seguida correu atrás de Maykon pelo fundo do bar, juntamente com mais duas pessoas. Os três começaram a agredi-lo com o mesmo pedaço de pau. Após espancar a vítima, eles saíram do local e pouco tempo depois um dos acusados voltou ao bar e ficou sabendo que a vítima estava morta. O assassino confesso disse ainda para a polícia que Maykon tinha dívidas de droga com ele.

Os policiais conseguiram prender os três acusados, que responderão pelo crime de homicídio qualificado.

No local do crime compareceu também a perícia da Polícia Civil. Após os trabalhos periciais, o corpo de Maykon Dias Braga foi encaminhado para o Instituto Médico Legal.

Maykon Dias Braga foi espancado até a morte (foto: Reprodução/WhatsApp)
O corpo da vítima foi encontrado no quintal de sua casa, próximo a um bananal (Foto: Carlos Henrique)
Total Page Visits: 5658 - Today Page Visits: 3

Um comentário em “Homem que pintava o corpo para pedir dinheiro nas ruas é espancado até a morte

  • 17/05/2019 em 08:01
    Permalink

    Um jornalismo realmente profissional parabéns à equipe ê á direção,

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *