Militar reformado é preso acusado de estuprar a neta de apenas sete anos em Barbacena

Suspeito foi detido nesta quarta-feira, depois que a Polícia Civil cumpriu mandado de prisão na casa dele

Um policial reformado da Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG), de 76 anos, foi preso nesta quarta-feira, 13, suspeito de estuprar a neta de apenas sete anos de idade em Barbacena. A Polícia Civil (PC) cumpriu um mandado de busca e apreensão, e também de prisão na casa e no sítio do suspeito no início da manhã.

De acordo com a PC, foram apreendidos durante a busca vários CDs com conteúdo pornográfico que ainda serão analisados com intuito de saber se há pornografia infantil. O acusado, que não teve o nome revelado, não resistiu à prisão, mas negou que teria abusado da neta. Ele é um cabo da PM reformado desde 1988.

A delegada responsável pelo caso, Flávia Murta, declarou que as investigações já vinham ocorrendo há cerca de 45 dias. Em entrevista à TV Integração, afiliada da Rede Globo em Juiz de Fora e região, ela disse que começou a apurar o suposto estupro após uma denúncia anônima. A policial afirmou que o depoimento da vítima comprova que os abusos ocorreram. “Como se trata de uma criança, ela tem uma certa dificuldade de precisar as datas de quando começaram este abusos. O importante é que ela foi firme e coerente, o que deu valor à investigação”, declarou a delegada à reportagem da TV.

Segundo informações, a criança mora em Belo Horizonte com a família e vinha de vez em quando passar alguns dias na casa do avô, em Barbacena. A polícia agora trabalha com a hipótese de haver mais de um caso de abuso sexual contra a menina.

O militar reformado acusado de praticar o estupro está preso temporariamente. Ele deverá ficar detido por 30 dias até que o caso seja esclarecido.

A delegada Flávia Murta, responsável pelo caso, disse que o depoimento da vítima comprova que os abusos ocorreram (Foto: Reprodução/TV Integração)
Total Page Visits: 1307 - Today Page Visits: 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *