PM prende suspeito do assassinato de ‘Paulistinha’

Crime ocorreu na noite desta quarta-feira no bairro João Paulo II, em Barbacena

Paulo Emílio Gonçalves/Portal CB

A Polícia Militar (PM) prendeu ainda na noite desta quarta-feira (03), um jovem de 20 anos de idade suspeito de ter assassinado Leandro Afonso Mota, conhecido como Paulistinha, de 40 anos. O crime ocorreu por volta das 20h30 de ontem, quarta-feira, no bairro João Paulo II, em Barbacena.

De acordo com a PM, o acusado foi apontado por testemunhas que presenciaram o homicídio. Ele teria sido identificado pela motocicleta que usou para chegar ao local do crime. Segundo uma testemunha, a motocicleta seria idêntica à de uma pessoa que teria uma desavença com Paulistinha, bem como as características físicas do autor dos disparos. Esta versão foi confirmada por outra pessoa que estava no local na hora do assassinato.

Os militares foram até à casa do suspeito, no bairro São Pedro, e conseguiram localiza-lo. Ao ser questionado, o jovem alegou que teria acabado de chegar em sua residência de moto taxi. Ele relatou que a sua motocicleta havia sido recolhida pelo banco credor há aproximadamente uma semana, e que não possui habilitação.

Os policiais fizeram contato novamente com a testemunha, que reconheceu o suspeito como um dos autores do homicídio, assim como suas roupas, que seriam as mesmas que ele vestia no momento do crime.

Durante as diligências, os militares receberam a informação de que um outro rapaz, de 18 anos, também estaria envolvido no assassinato de Leandro e seria o condutor da moto. Até o momento este rapaz ainda não foi localizado.

O jovem acusado de atirar em Leandro “Paulistinha” recebeu voz de prisão e foi conduzido para a delegacia de polícia. O nome dele não foi divulgado porque ele ainda não confessou a autoria do homicídio.

O crime

Leandro Afonso Mota, o Paulistinha, de 40 anos, foi executado na noite de ontem, quarta-feira (03), por volta das 20h30, com cerca de dez tiros, a maioria na cabeça. O crime ocorreu na avenida Marcolino Rodrigues Campos, bairro João Paulo II, em Barbacena. A arma do crime foi uma pistola PT-380.

Segundo testemunhas, a vítima estava em companhia de uma mulher, quando apareceu uma motocicleta com duas pessoas e o carona disparou contra Paulistinha, que morreu na hora. Logo após o crime os suspeitos fugiram e tomaram rumo ignorado.

Leandro “Paulistinha” era ex-detento. Ele foi preso em Piúma, no Espírito Santo, em outubro do ano passado, juntamente com outras quatro pessoas, sob a acusação de tráfico de drogas, após fugir de um cerco policial ocorrido dias antes no condomínio Residencial Vertentes, localizado no bairro Grogotó, em Barbacena.

Leandro Afonso Mota era natural de São Paulo e morava em Barbacena, no bairro João Paulo II.

Leandro “Paulistinha” foi assassinado na noite de ontem, quarta-feira, com cerca de dez tiros (Foto: Reprodução/WhatsApp)
Total Page Visits: 2589 - Today Page Visits: 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *