PM prende suspeitos do homicídio ocorrido domingo na localidade do Galego, zona rural de Barbacena

Três pessoas foram detidas na tarde desta segunda-feira; motivo do crime pode ter sido o furto de uma motocicleta pela vítima

Paulo Emílio Gonçalves/Portal CB

A Polícia Militar (PM) prendeu na tarde de ontem, segunda-feira (22), três suspeitos de envolvimento na morte do jovem Carlos Eduardo André, de 19 anos, assassinado em uma estrada que dá acesso ao loteamento Quintas da Mantiqueira, na localidade do Galego, zona rural de Barbacena. O crime aconteceu na noite do último domingo (21) e foi noticiado pelo Portal CB na manhã desta segunda feira.

Carlos Eduardo foi executado com quatro tiros e, segundo testemunhas, logo após ouvirem disparos de arma de fogo, um veículo Hyundai Tucson de cor prata saiu do local em direção à BR-040.

De acordo com a PM, em conversa com pessoas que conheciam a vítima os militares conseguiram descobrir que um homem de 30 anos, morador do bairro Santo Antônio, em Barbacena, teve sua motocicleta furtada por Carlos Eduardo e, por isso, estava o ameaçando de morte. Os policiais receberam informações também que essas ameaças foram feitas através de mensagens de áudio no celular, e que na noite do crime a vítima teria saído para encontrar com um colega, sendo que os dois iriam até a cidade de Senhora dos Remédios para vender a moto pela quantia de R$ 500.

Diante destas informações, os militares se deslocaram até a residência do suspeito, que confirmou ter ameaçado a vítima, mas afirmou que ela negou ter furtado sua moto. O homem relatou, inclusive, que Carlos Eduardo prometeu ajuda-lo a encontrar o veículo. Ainda segundo a PM, no domingo o proprietário da motocicleta recebeu informações de que o autor do furto seria realmente Carlos Eduardo, e que ele venderia a moto naquele dia, por volta das 17 horas, pelo valor de R$ 500.

Numa conferência de dados, os militares constataram, na segunda-feira, que havia um mandado de prisão em desfavor do suspeito e o prenderam. Logo após, os policiais foram até a casa de outro suspeito, desta vez um jovem de 20 anos, também morador do bairro Santo Antônio. Segundo a PM, ao notar a presença da viatura o rapaz passou a se comportar de maneira estranha, demonstrando nervosismo e inquietação. Os militares solicitaram que ele se posicionasse para uma busca pessoal, mas ele se negou e começou a gritar com as pessoas que estavam na rua, pedindo para pegarem seu celular.

Os policiais afirmaram que quando o jovem foi avisado sobre a suspeita de seu envolvimento no homicídio que vitimou Carlos Eduardo, ele tentou fugir e jogou o celular para que outro rapaz o pegasse. O rapaz, que segundo a PM tem 19 anos, pegou o celular e fugiu, mas foi alcançado pela equipe policial. Ele chegou a danificar o aparelho, que foi apreendido para ser periciado.

Os três suspeitos não tiveram suas identidades reveladas pela polícia até o momento. Eles foram presos e encaminhados para a delegacia, onde estão à disposição da justiça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *