Polícia Civil de Juiz de Fora faz a maior apreensão de armas e drogas da história da cidade

Organização criminosa envolvia traficantes do Rio de Janeiro

A Polícia Civil (PC) de Juiz de Fora fez nesta terça-feira, 21, a maior apreensão de armas e drogas da história da cidade. A operação “Murum” foi realizada através da Delegacia Especial Antidrogas (DEA) em conjunto com a Inspetoria Regional de Investigadores.

De acordo com as investigações, um homem de 38 anos, que não teve o nome revelado, juntamente com traficantes do Rio de Janeiro, estava trazendo carregamentos de drogas e armas que seriam distribuídas em Juiz de Fora e em favelas da capital fluminense. Os policiais foram até um sítio localizado no bairro Torreões, onde a organização criminosa utilizava como um verdadeiro porto seco, no qual os carregamentos vinham do Paraguai e posteriormente eram repartidos entre as cidades de Juiz de Fora e Rio de Janeiro.

No sítio, os policiais encontraram um caminhão com fundo falso onde estavam escondidos 35 armas, sendo oito fuzis, cerca de mil munições e três toneladas de maconha. O homem de 38 anos foi preso no local e teve sua prisão ratificada por tráfico internacional de drogas e tráfico internacional de armas. Durante a operação foram encontradas caixas de munições que demonstram a origem paraguaia dos materiais ilícitos.

O delegado regional, Armando Avolio, ressaltou a importância da apreensão, afirmando que a operação, além de retirar um arsenal bélico da posse dos criminosos – a maior quantidade de maconha já apreendida em Juiz de Fora -, principalmente deu fim ao esquema criminoso que fazia uso da cidade para guardar armas e drogas das facções criminosas cariocas. Já o delegado titular da DEA, Rogério Woyame, afirmou que as investigações vão continuar para a identificação dos demais integrantes do grupo criminoso.

Ao todo foram apreendidos, durante a operação “Murum”, três toneladas de maconha; 35 armas, sendo dez delas de grosso calibre; aproximadamente mil munições de diversos calibres, sendo a maioria de 762; um caminhão e um carro de passeio.

Entre a droga apreendida e o armamento, a Polícia Civil estima um prejuízo de cerca de R$ 5 milhões para a facção criminosa.

As drogas e as armas foram encontradas num sítio em Juiz de Fora (Foto: Divulgação/Polícia Civil)
Todo o material ilícito estava escondido num fundo falso deste caminhão (Foto: Divulgação/Polícia Civil)
Confira neste vídeo a quantidade de maconha e armas apreendidas (Divulgação/Polícia Civil)
Total Page Visits: 1484 - Today Page Visits: 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *