Suspeito de integrar o ‘Comando Vermelho’ é preso em Barbacena

Prisão aconteceu no bairro Nova Suíça na noite desta quarta-feira, por uso de documento falso

Paulo Emílio Gonçalves/Portal CB

A Polícia Militar (PM) de Barbacena prendeu, na noite desta quarta-feira (19), um foragido da justiça suspeito de pertencer ao “Comando Vermelho” (CV), uma das maiores organizações criminosas do país, criada em 1979 na Região dos Lagos, no Rio de Janeiro. A prisão ocorreu no bairro Nova Suíça, por uso de documento falso.

De acordo com a PM, os militares depararam com um veículo Hyundai de cor preta, licenciado em Belo Horizonte, onde havia duas pessoas. Ao avistar a viatura policial, o condutor ficou inquieto, o que causou suspeita à equipe, que deu ordem de parada para que fosse realizada uma abordagem. O motorista do carro não respeitou a ordem, acelerou e entrou na garagem de uma residência.

Os policiais bateram na porta e foram atendidos por um homem que disse ser o condutor do veículo, e que teria se assustado com a presença da viatura. O pai dele também apareceu para tentar resolver o problema.

Como no veículo havia duas pessoas, os militares perguntaram ao pai do suspeito se o outro indivíduo estaria na casa. Ele afirmou não saber e permitiu a entrada da equipe policial para uma vistoria.

Durante as buscas, os policiais encontraram uma outra pessoa em um quarto, que ao ser abordado apresentou uma carteira de habilitação (CNH) vencida, em nome de Wagner Natal Ferezin Júnior. Segundo os militares, o documento apresentava sinais de adulteração. Ao ser questionado, o abordado tentou enganar a equipe policial e insistiu em afirmar que o nome dele era Wagner.

Continuando as buscas, foi localizado no meio dos pertences do suspeito um mandado de intimação em nome de Gregório Pereira de Arruda. O homem negou que o mandado fosse seu e disse que era “apenas um papel”. Os policiais fizeram uma consulta no sistema informatizado do 9º Batalhão de Polícia Militar e constataram que havia um mandado de prisão em desfavor de Gregório Pereira de Arruda.

Ao ser informado da situação, o suspeito confessou ser o Gregório e disse que estava usando documento falso por estar na condição de foragido da justiça. Ele declarou ainda que já foi abordado em outras ocasiões e utilizou documentação falsa. Segundo a PM, Gregório possui passagens por roubo à mão armada e tráfico de drogas. Ele recebeu voz de prisão e foi conduzido para a delegacia de polícia.

Suspeito pode ser integrante do CV

A reportagem do Portal Cidade de Barbacena apurou que Gregório Pereira de Arruda pode ser integrante da facção criminosa Comando Vermelho (CV), do Rio de Janeiro. Segundo o site “Folha Kariocas”, Gregório Pereira de Arruda, mais conhecido como “Gregório do CV”, foi preso em Rio das Ostras, Região dos Lagos do Rio de Janeiro, no dia 23 de agosto do ano passado, juntamente com uma mulher, sob a acusação de tráfico de drogas. No momento da prisão ele estaria usando uma tornozeleira eletrônica.

Gregório Pereira de Arruda tem 31 anos e é mineiro de Juiz de Fora. Ele possui anotação criminal também por roubo a banco.

Total Page Visits: 1193 - Today Page Visits: 3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *