Pressão da população e da oposição obriga prefeito de Barbacena a desistir do empréstimo de R$ 50 milhões

Chefe do Executivo havia enviado à Câmara Municipal projeto de lei solicitando autorização para a Prefeitura adquirir o dinheiro junto à Caixa Econômica Federal

Paulo Emílio Gonçalves/Portal CB

O prefeito de Barbacena, Luís Álvaro de Abrantes Campos (PSB), desistiu do empréstimo de R$ 50 milhões que a Prefeitura havia solicitado autorização na semana passada, através de um projeto de lei enviado à Câmara Municipal. A pressão da população e da oposição foi o principal fator que fez com que o chefe do Executivo recuasse.

O projeto, assinado por Luís Álvaro, estava previsto para ser votado na sessão legislativa da noite desta terça-feira, 10. De acordo com o documento, o empréstimo junto à Caixa Econômica Federal, com prazo de 10 anos para ser quitado, seria destinado a obras de infraestrutura urbana, através do Programa de Financiamento à Infraestrutura e Saneamento (FINISA).

A possibilidade do Município contrair o empréstimo causou revolta em parte da população de Barbacena, que se manifestou contrária, principalmente por se tratar de final de mandato. Nas redes sociais foram várias críticas ao atual governo municipal que, segundo os barbacenenses, quer endividar a Prefeitura, que já está com dificuldades financeiras, e deixar o problema para a próxima administração. Algumas pessoas foram até à sede do Poder Legislativo para protestar e pressionar os vereadores a votar contra o projeto.

Os vereadores de oposição também criticaram a atitude do prefeito Luís Álvaro ao solicitar à Câmara autorização para a contratação do empréstimo. O vereador Carlos Augusto do Nascimento, o Carlos Dú, do MDB, postou em rede social sua posição diante do assunto. “Eu sou contra o empréstimo de R$50.000.000,00 que o prefeito enviou à Câmara Municipal para ser votado. Sou contra porque o projeto não diz com clareza como esse valor será aplicado. Sou contra porque o governo municipal argumentou que não conseguia fazer obras na cidade porque tinha que pagar o empréstimo feito pela administração anterior, e agora ele quer tomar um novo empréstimo, maior ainda, que vai ser deixado para as próximas administrações pagarem.”

A vereadora Vânia Castro (MDB), também se posicionou contra o empréstimo. Na sua rede social, ela explicou sua indignação. “Se o prefeito não mostrou serviço até agora, não investiu em melhorias com o dinheiro arrecadado com as multas de trânsito, se não investiu em melhorias com o dinheiro arrecadado com a taxa de iluminação pública, se não mostrou serviço com o que arrecadou em três anos, será o que fará acontecer com esse dinheiro todo, e pior, endividando o município? Eu sou contra.”

Já o vereador Edson Rezende, do PT, disse em um vídeo postado em rede social que o empréstimo vai comprometer o futuro de Barbacena. Ele também questionou onde está sendo aplicado o dinheiro arrecadado com multas de trânsito e com a taxa de iluminação pública. “Eu digo não a esse pedido de empréstimo, porque ele vai comprometer as nossas vidas, vai comprometer nosso futuro, o futuro de nossa cidade. Um prefeito que não explica pra nós como está sendo gasto o recurso advindo das multas de trânsito, que não nos esclarece onde está sendo gasto o recurso da taxa de iluminação pública, que não consegue acabar a construção do muro de uma escola em dois anos… Como é que nós podemos ter confiança em um governo deste? Por isso eu digo não, porque a nossa vida, o nosso futuro, as próximas administrações da cidade de Barbacena estarão comprometidas.”

Diante da pressão, o Executivo Municipal desistiu de contrair o empréstimo. O ofício solicitando a retirada do projeto de lei da pauta deve ser enviado à Câmara ainda nesta quarta-feira, 11.

Em conversa com o portal Cidade de Barbacena, Edson Rezende disse que é para os vereadores a população ficarem de olho, porque o projeto pode retornar. “A pressão foi muito grande, mas temos que ficar atentos, pois o projeto pode voltar”, alertou o vereador petista.

O vereador Carlos Dú disse, entre outras coisas, que o projeto não explicou com clareza onde o dinheiro será aplicado
A vereadora Vânia Castro também se posicionou contra o empréstimo
O petista Edson Rezende afirmou que é contra o projeto do Executivo porque vai comprometer o futuro de Barbacena
Grande parte da população se manifestou contrária à aprovação do projeto; os barbacenenses protestaram nas redes sociais e na Câmara Municipal
Diante da pressão, o prefeito Luís Álvaro recuou e desistiu de contrair o empréstimo (Fotos: Reprodução/Rede Social)

Total Page Visits: 1195 - Today Page Visits: 2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *