SANTOS DUMONT – Museu Cabangu anuncia seu fechamento por falta de recursos

Considerado patrimônio histórico, o local guarda todo o acervo que conta a história de Alberto Santos Dumont, o “Pai da Aviação”

A Fundação Casa de Cabangu, localizada na cidade de Santos Dumont, Serra da Mantiqueira, em Minas Gerais, anunciou na última segunda-feira, 7, o fechamento temporariamente do Museu Cabangu, que funciona na casa onde nasceu o inventor e aviador Alberto Santos Dumont.

O anúncio veio através do presidente da fundação, Tomás Castello Branco, que divulgou um vídeo nas redes sociais (confira abaixo) onde fala das dificuldades financeiras enfrentadas pela instituição, que funciona há 70 anos. Segundo ele, o museu está prestes a perder seu acervo por falta de recursos, principalmente para pagar funcionários, e o seu fechamento, a partir da próxima segunda-feira, 14, é justamente para evitar a perda deste acervo, pois não tem quem cuide.

De acordo com a direção da Fundação Casa de Cabangu, a dívida trabalhista já atinge cerca de R$ 170 mil, com despesas de R$ 2 mil mensais. Por causa disso, a instituição não pode recorrer ao Governo Federal e fica dependendo de uma parceria com o Município, que, segundo Castello Branco, não repassa o dinheiro necessário para seu funcionamento e não cumpriu o acordo que havia feito com a fundação.

A assessoria da Prefeitura de Santos Dumont informou que a Fundação Casa de Cabangu ainda não comunicou oficialmente o fechamento do museu e que o atraso no repasse é devido à falta de recursos. Segundo a assessoria, por se tratar de uma subvenção, o Município não é obrigado a realizar os repasses quando não houver dinheiro em caixa. A Prefeitura informou ainda que a dívida do Estado com o Município gira em torno de R$ 13 milhões e, por isso, optou em priorizar serviços essenciais.

Em outubro do ano passado a Fundação Casa de Cabangu lançou, em parceria com a Prefeitura de Santos Dumont, uma campanha para tentar salvar o museu. Denominada “Somos Todos Museu Cabangu”, a campanha tinha o objetivo de arrecadar, através de financiamento coletivo, o valor necessário para que o museu pudesse sanar suas dívidas e ter condições de pleitear recursos federais para sua reforma e manutenção. No entanto, segundo Castello Branco, o movimento não obteve sucesso. “A campanha teve o apoio de muitos, a crítica de alguns e a ajuda de poucos”, lamentou o presidente da fundação.

O Museu Cabangu é o único no mundo que conta a história do “Pai da Aviação”, o grande inventor Alberto Santos Dumont (1873-1932), de um jeito não retratado em nenhum outro lugar: o Alberto fazendeiro da Mantiqueira, preocupado com afazeres domésticos de uma vida comum como a de qualquer outra pessoa. O museu é considerado patrimônio histórico.

Confira abaixo a fala do presidente da Fundação Casa de Cabangu, Tomás Castello Branco.

Total Page Visits: 1258 - Today Page Visits: 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *