Centro Oncológico do Hospital Ibiapaba será entregue nesta quinta-feira

Local oferecerá o tratamento de radioterapia, que é fundamental na luta contra o câncer

Um dos grandes sonhos da saúde em Barbacena está próximo da realidade. Nesta quinta-feira (10), às 15 horas, as obras do Centro Oncológico do Hospital Ibiapaba CEBAMS serão entregues já com o acelerador linear instalado. Devido à pandemia de Covid-19, a cerimônia será transmitida pelo site www.ibiapaba.com.br.

O local receberá o tratamento de radioterapia, fundamental para a luta contra o câncer. Os investimentos globais do centro chegam a R$ 8 milhões, com recursos próprios, da Prefeitura de Barbacena, do Ministério da Saúde e de emendas parlamentares.

A história da radioterapia em Barbacena data da década de 1980, quando o então diretor do Hospital Ibiapaba, o médico Maurício Silva vislumbrava a necessidade de existir a radioterapia na cidade e citava isso em entrevistas à imprensa local. Após o credenciamento da instituição para a oferta de quimioterapia pelo SUS, em 1992, a necessidade se tornou mais latente e os primeiros projetos efetivos começaram a surgir dez anos depois, em 2002. Em 2012, após intensa articulação da comunidade, de agentes públicos e de deputados, o Ministério da Saúde aprovou o projeto do Hospital Ibiapaba CEBAMS e liberou recursos para a aquisição do aparelho que faz o tratamento.

Entretanto, devido a questões técnicas, o aparelho só poderia ser comprado após a construção do prédio que receberia o acelerador linear. A instituição não tinha todos os recursos necessários para a execução da obra e, em 2016, após uma parceria com a Prefeitura de Barbacena, o hospital recebeu R$ 2,4 milhões para a construção do prédio. A obra, que precisou ser feita de forma minuciosa e com muito cuidado, utilizou tecnologias inéditas na região, como um concreto especialmente desenvolvido para a construção.

O Centro Oncológico do Hospital Ibiapaba CEBAMS é um espaço moderno, com equipamentos de última geração que proporcionarão atendimento de qualidade, segurança e humanizado aos pacientes usuários do SUS. A entrega do prédio não significa que o atendimento ao público começará imediatamente. A previsão é que o início do atendimento seja em 2021, após a calibração do acelerador linear, acertos sobre financiamento da operação e as autorizações do Conselho Nacional de Energia Nuclear e do Ministério da Saúde.

Números

1,80m – a largura das paredes do bunker onde será instalado o acelerador linear. A largura é fundamental para evitar a saída de radiação.

1,65m – é a altura da laje do bunker.

17 metros de profundidade – é o tamanho de cada uma das mais de 80 fundações feitas no terreno para a construção do prédio do Centro Oncológico.

25000 – é o número de procedimentos feitos pelo Hospital Ibiapaba CEBAMS por ano na área de Oncologia.

30% – é a porcentagem estimada da otimização de recursos e economia feita com a execução da obra e a construção de móveis pelo próprio hospital, se comparada com a contratação de empresas terceiras.

(Fonte: Ibiapaba CEBAMS)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *